São
Paulo
Guia
LGBT

Compras

São Paulo é o principal destino no turismo de compras do país. Há desde opções luxuosas até centros de compras super acessíveis.

Rua Oscar Freire. Foto: Caio Pimenta|SP Turis.

Rua Oscar Freire. Foto: Caio Pimenta|SP Turis.

Do luxo ao popular

Um dos endereços mais charmosos de São Paulo, a Rua Oscar Freire tem o título de oitava rua mais luxuosa do mundo. São quase 900 metros e mais de 200 lojas exclusivas de grifes nacionais e importadas, em pleno Jardim Paulista. A rua e seus arredores contam com uma decoração exclusiva, largas calçadas e bancos espalhados por toda a rua. Caso o objetivo seja não gastar, vale também como um passeio descomprometido, principalmente nos fins de semana, quando costuma receber muitos GLS aproveitando o fim de tarde para um café em uma de suas charmosas cafeterias. Se o intuito é garantir boas pechinchas e ótimas compras, vá à Rua 25 de Março, o maior conglomerado comercial a céu aberto da América Latina, com mais de três mil lojas. As ruas e toda a região ao redor são dedicadas ao comércio de bijuterias, fantasias, brinquedos, objetos de decoração e outros acessórios para casa.

Shopping Pátio Paulista. Foto: Divulgação

Shopping Pátio Paulista. Foto: Divulgação

Shopping Centers

São Paulo é hoje a capital dos shopping centers da América Latina. Há mais de 50 na cidade, atendendo a todos os gostos. O Pátio Paulista, localizado no coração da cidade, conta com um moderno visual, a começar por sua fachada, que contém um suntuoso relógio de cinco metros de diâmetro. Tem 234 lojas de marcas internacionais, grifes brasileiras renomadas, eletrônicos e artigos para casa e mais sete salas de cinema, cafés diferenciados, lotérica, cabeleireiros e oficina de costura. Outra opção, na zona Oeste, é o Bourbon Shopping, inaugurado em 2008. Seu diferencial fica por conta de sua oferta cultural: possui dez salas de cinema (a primeira sala Imax do Brasil), o moderno Teatro Bradesco, que comporta 1,4 mil espectadores e uma grande filial da Livraria Cultura. Possui 195 lojas de departamento, grifes, artigos esportivos e eletrônicos, além de um hipermercado.

Feira na Praça Benedito Calixto. Foto: Caio Pimenta|SP Turis

Feira na Praça Benedito Calixto. Foto: Caio Pimenta|SP Turis

Feiras

Para quem prefere o charme das feirinhas de arte, artesanato, design e antiguidade, São Paulo possui boas opções, como a que acontece todos os domingos no vão livre do Masp, especializada em antiguidades. Em Pinheiros, próximo à Vila Madalena, há ainda a tradicional feirinha na Praça Benedito Calixto, onde o público gay marca presença aos sábados à tarde para se reunir com amigos e jogar conversa fora. Com jeitão de mercado de pulgas, é a mais badalada das feiras e possui cerca de 300 vendedores que comercializam artigos de decoração e antiguidades, além de itens como discos de vinil (LPs), objetos vintage e artigos de decoração de alto nível. Para uma rápida boquinha, há comidas e petiscos nas barraquinhas espalhadas pela feira. Aos domingos, na Praça Kantuta, próxima à estação Armênia do Metrô, ocorre uma feirinha de artesanato e de culinária latina ao som de apresentações típicas de bolivianos, peruanos e alguns paraguaios que moram no Brasil. Eles aproveitam os domingos para estar mais em contato com a sua cultura latino-americana. A preço reduzidos, pode-se comprar echarpes, quadros, colares, bolsas e agasalhos. A feira recebe esse nome pois Kantuta é uma flor típica boliviana que tem as cores da bandeira de seu país de origem. Além da Kantuta, uma boa feirinha para se visitar é a do Shopping Center 3, na Avenida Paulista. Vendem-se camisetas estampadas, bottons, chinelos e bolsas. Tudo sob encomenda. À noite, geralmente às sextas, sábados e domingos, há uma feirinha de artesanato. É legal conversar com os hippies que vendem filtros dos sonhos, anéis, pulseiras e alguns fazem umas ilustrações muito legais. Os preços são variados.